Com ou sem Tim Allen, Lightyear provavelmente decepcionará os fãs

0
0

Foto por AaronP/Bauer-Griffin/GC Images

OPINIÃO: Lightyear já está nos cinemas. O filme original do personagem, Toy Story, costumava ser um clássico e uma memória de infância comum para todos nós, mas agora, não nos traz nada além de decepção.

Para os fãs de Toy Story, o universo do filme não seria o mesmo sem o velho Buzz Lightyear e o cowboy Woody. Em Lightyear, Tim Allen e Tom Hanks, que deram voz a Buzz e Woody, respectivamente, não estão em lugar nenhum. Tim Allen foi substituído por Chris Evans por causa de sua postura política conservadora e Woody o personagem nem aparece.

E, infelizmente, o ritmo lento de Lightyear, a narrativa clichê e a caracterização pouco convincente impedem que ele se torne um bom filme de todos os lados.

Foto de Gerardo Mora/Getty Images

O que torna Lightyear tão decepcionante?

A história se passa na era pré-Toy Story. Buzz in Lightyear é o protótipo do brinquedo Buzz em Toy Story. Então, Lightyear está contando uma história sobre o Buzz de pessoa real, em vez de Buzz de brinquedo. Como a história gira principalmente em torno de viagens espaciais, os fãs podem se sentir um pouco perdidos enquanto assistem ao filme.

Lightyear gasta quase um terço do tempo explicando o erro cometido por Buzz, enquanto essas histórias podem ser explicadas nas conversas dos personagens. Buzz e seus amigos começaram suas aventuras nos últimos dois terços do filme. É fácil para os fãs perderem o entusiasmo e perderem o ponto-chave ao assistir a muitas apresentações desnecessárias.

O enredo é previsível, não surpreendendo os fãs. Podemos adivinhar o que acontecerá depois que Buzz decidir pousar em um novo planeta, Buzz finalmente terá sucesso depois de tantos fracassos e pagará um alto custo por seu sucesso, pois tomou uma decisão errada no início. Quando todo o desenvolvimento da história estiver dentro das expectativas do público, não restará espanto, apenas exaustão.

A caracterização de Lightyear também é inacreditável. O grande vilão, o Imperador Zurg, só aparece na última parte do filme. Dado o tempo limitado, não temos chance suficiente de sentir o charme de outros personagens como o Comandante Burnside e Mo Morrison antes do filme terminar.

Espere, é tão ruim assim?

Trailer Lightyear

Não. Lightyear não é um filme ruim, é apenas… medíocre e chato na minha opinião.

Na verdade, há muitas coisas em Lightyear que valem a pena elogiar. O belo design visual e os efeitos especiais impressionantes são incríveis. Ao assistir ao filme, é difícil você não ficar imerso na magnífica vista do planeta feita pela Pixar.

Você também ficará impressionado com a delicadeza das aparências de diferentes personagens. Suas texturas de pele e cabelo são tão finas que podem até ser comparadas a seres humanos da vida real. Olhar diretamente para eles no cinema dá a você uma sensação vívida de falar na frente deles, o que torna tudo que você assistiu tão autêntico.

Mais do que contar uma história, a Pixar sempre tenta envolver sua história com um conceito filosófico oculto. Desta vez, Lightyear usa a história de Buzz para lhe dizer que não há problema em cometer um erro, mas nunca é bom se permitir isso.

Em outras notícias, Thor: Love & Thunder homenageará corrida exclusiva do cinema antes do Disney Plus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui