Amy Adams nos leva em um passeio mágico

0
0

Tivemos um ano e tanto para as sequências do legado, e continua neste fim de semana com o lançamento da sequência do filme de 2007. encantado streaming no Disney+, desencantado. O filme faz jus ao original? Compartilho minha crítica do filme e uma entrevista com uma das estrelas do filme Ingrid Werner abaixo.

desencantado se passa quinze anos depois de felizes para sempre, e Giselle começa a questionar sua felicidade, que vira a vida ao seu redor de cabeça para baixo. Adam Shankman dirige o filme, com Amy Adams, Patrick Dempsey e James Marsden reprisando seus papéis. Maya Rudolph e Ingrid Werner também estrelam.

O filme começa com um pouco do histórico do que aconteceu nos últimos quinze anos desde o final feliz do filme original. No entanto, ouvimos que “felizes para sempre” não foi o que viveu. Giselle e Robert tiveram um bebê, o que fez com que suas vidas mudassem para sempre. No entanto, quando Morgan (o filho deles) começou a envelhecer e se tornar um “adolescente”, Giselle viu um sinal um dia que a fez perceber que talvez onde eles estavam não era seu felizes para sempre, afinal.

Então a família segue para Monroeville, onde Giselle acha que a família pode encontrar seu mojo novamente. Ao entrarem na cidade, parte dos subúrbios (nenhum subúrbio que eu já vi) lembra Giselle de sua infância. Por fim, eles chegam ao castelo, onde a casa para a qual estão se mudando não está nem perto de estar pronta. Morgan está perplexo com o lugar, como qualquer adolescente ficaria se formos honestos. Mas sua mãe garante a ela que este lugar vai ser maravilhoso.

Amy Adams brilha em Desencantado mesmo com elementos comuns da trama

O filme inteiro tem essa batalha entre Giselle e Morgan, com o último não feliz por terem trocado Nova York por Monroeville. As batidas emocionais tendem a ser as mesmas desses tipos de filmes que os destacam indo e voltando, o que leva a uma conclusão final da Disney. Não é uma coisa ruim, mas esses tipos de parcelas são comuns e tiram o potencial geral.

Claro, o maior motivo para assistir desencantado é a nossa estrela brilhante no topo, Amy Adams. Ninguém, e quero dizer ninguém, irradia a energia que Adams irradia na tela grande. Ela é um raio de sol que ilumina a tela para fazer você investir até mesmo em uma história que já vimos antes. Eu simplesmente amo o trabalho dela e o que ela traz para a mesa. Além disso, sua química com Patrick Dempsey (que não envelhece) é uma delícia na tela.

Falando em Dempsey, foi ótimo ouvir a co-estrela Ingrid Werner falar sobre como ele era cortês e agradável no set quando ela trabalhava com ele. Na minha entrevista com Werner, você pode ouvir sobre isso, o processo de audição e como foi trabalhar em um filme dessa natureza. Ouça aqui.

Outro destaque foi a atuação vilã de Maya Rudolph no papel de Malvina. Ela estava interpretando perfeitamente ao lado de Adams, e seu sarcasmo, inteligência e frases divertidas foram ótimas. O resto do conjunto, de Idina Menzel, Gabriella Baldacchino e Ingrid Werner, todos desempenham seu papel para tornar este filme divertido. Além disso, adoro os figurinos e o design de produção. A equipe merece um grande tapinha nas costas por fazer os espectadores se sentirem parte deste mundo.

No geral, desencantado pode ter algumas peças redundantes, mas me vi gostando do elenco o suficiente para fazer valer a pena assistir. Eu digo para entrar no filme com expectativas moderadas, e você pode se divertir com isso. Além disso, acho que as crianças vão comer este.

Desencantado está sendo transmitido no Disney+ agora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui